DGAP e UNP realizam ‘Semana da Mulher’ e levam ações sociais a reeducandas no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia

Ações conjuntas da Diretoria-Geral e Universal nos Presídios foram realizadas de 09/03 a 15/03 para custodiadas da Casa de Prisão Provisória e Penitenciária Consuelo Nasser
Fonte: A A A

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), por meio da Superintendência de Reintegração Social e Cidadania (Supresc), em parceria com a equipe da Universal nos Presídios (UNP), da Igreja Universal, realizou, de 09/03 a 15/03, a ‘Semana da Mulher’, com ações sociais voltadas à valorização da mulher às reeducandas custodiadas na Casa de Prisão Provisória e Penitenciária Feminina Consuelo Nasser, unidades prisionais localizadas no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.

Durante a semana de comemorações executadas em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, as reeducandas das duas unidades assistiram a palestras de motivação, receberam kits de higiene, tiveram treinamento de coaching sobre autoestima, receberam curso profissionalizante de confecção de materiais de higiene e participaram de concurso interno de beleza, após ganharem tratamento estético de maquiagem.

Para o diretor-geral, Wellington Urzêda, as atividades desenvolvidas em parceria com a UNP geram um “ganho fundamental” no que diz respeito à ressocialização. “As ações sociais concretizadas de valorização às custodiadas são de extrema importância para que essas mulheres, com auxílio do poder público e de parceiros, se reconheçam enquanto cidadãs capazes de mudar, de agirem de maneira diferente, de se reinserirem à sociedade com um aprendizado positivo”, afirmou Urzêda.

De acordo com o superintendente de Reintegração Social e Cidadania, Leoni Caiado, as ações executadas destacam um importante aspecto relacionado à valorização da mulher e vão ao encontro das políticas de reintegração da Supresc. “A realização da Semana da Mulher marca o amadurecimento de nossa convicção de que o compromisso com a valorização das reeducandas como sujeito de direitos, com vista à sua reintegração na sociedade, deve representar o centro das preocupações desta Superintendência de Reintegração Social e Cidadania, sempre que assim exigir o interesse público”, destacou Leoni Caiado.

Além das ações sociais desenvolvidas, a DGAP e a UNP forneceram cafés da manhã às custodiadas e sessões de entretenimento, com a exibição de um filme que trabalha a força da mulher e com a realização de gincana.

Fotos: Universal nos Presídios/DGAP

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62) 3201-4726