Diretor-geral destaca importância de debater ações de saúde para presos em Goiás

Coronel Edson Costa participa da abertura do IV Seminário Estadual de Saúde no Sistema Penitenciário. Unidade Prisional de Orizona é um dos destaques do evento
Fonte: A A A

O diretor-geral de Administração Penitenciária, coronel Edson Costa, participou na manhã desta quinta-feira (04/10) da abertura do IV Seminário Estadual de Saúde no Sistema Penitenciário, evento coordenado pela Gerência de Programas Especiais (SES-GO) e realizado no auditório da Cremego, em Goiânia.

“Este encontro é importante porque tem como premissa fortalecer e ampliar as discussões sobre as ações de saúde destinadas aos detentos”, diz coronel Edson Costa. Atualmente, a população de presidiários em Goiás é de aproximadamente 21 mil pessoas, distribuídas em 127 unidades prisionais.

A gerente de Assistência Biopsicossocial da DGAP, Daniella Santos Cruvinel, discorreu sobre o fluxograma dos atendimentos e também sobre a conduta dos profissionais de saúde dentro das unidades prisionais. “É imprescindível a existência de interação com a equipe de segurança. Dessa forma, conseguiremos um atendimento humanizado e dentro das normas de segurança”, avaliou.

A superintendente de Políticas de Atenção Integral à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde, Evanilde Fernandes Costa Gomides, informou durante o evento que, atualmente, 89 presídios goianos contam com equipes multidisciplinares dentro da própria unidade. “Os esforços são para que 100% dos municípios alvos possam aderir ao programa”, ressalta. Segundo ela, a SES-GO entra com recursos financeiros e as prefeituras participam com equipes multiprofissionais do programa Saúde da Família.

As equipes de assistência à saúde aos detentos são compostas, em sua maioria, pelos seguintes profissionais: médicos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, odontólogos, técnicos de enfermagem, auxiliares de saúde bucal.

São desenvolvidos ações e serviços de atenção primária em saúde como prevenção de tuberculose, prevenção de hipertensão, diabetes e seus agravos, prevenção em Dermatologia, Saúde Bucal, Saúde da Mulher, Infecções Sexualmente Transmissíveis, Hepatites, Imunização, entre outros.

Destaque

A Unidade Prisional de Orizona foi um dos destaques do seminário. “Essa é uma unidade que consideramos como modelo. O atendimento eficiente à população carcerária a partir de uma parceria com a prefeitura levou Orizona, mais uma vez, a ser tema de destaque”, ressalta Edson Costa.

A superintendente de Reintegração Social e Cidadania, Flora Ribeiro, fez questão de lembrar da exposição do evento onde havia peças de artesanatos, produzidos pelos próprios detentos da Unidade de Orizona.

Fotos: Sebastião Nogueira

Comunicação Setorial

Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)

(62) 3201-7222