Em ação de ressocialização, reeducando pinta muros pichados em Acreúna

Medida é uma parceria da Unidade Prisional de Acreúna, pertencente à 6ª Regional Sudoeste da DGAP, com Polícia Civil, prefeitura e Poder Judiciário
Fonte: A A A

Um reeducando pintou muros e apagou pichações em apologia a uma facção criminosa em diversos pontos de Acreúna, na tarde desta segunda-feira, 11/02. A iniciativa teve como objetivo promover ações de ressocialização para presos em Goiás e garantir o direito de remição de pena.

A medida é uma parceria da Unidade Prisional (UP) de Acreúna, pertencente à 6ª Regional Sudoeste da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), com a Polícia Civil, Prefeitura Municipal de Acreúna e Poder Judiciário.

“Esta é mais uma iniciativa do sistema penitenciário em proporcionar a ressocialização de presos”, resume o diretor Rodrigo Dias Nascimento. Ele reforçou que o trabalho se estenderá até que se apaguem todas as pichações.

Esta é a primeira vez que a ação é realizada em Acreúna. Há planos para que novas parcerias sejam realizadas entre a unidade prisional e o Poder Judiciário para auxílios em prédios públicos do município. O juiz da Comarca, Reinaldo Dutra, e o promotor Sandro Barros, entusiastas da ação desta segunda-feira, celebraram a parceria com a DGAP.