Em menos de um ano, parceria entre Unidade Prisional de Senador Canedo e secretarias Municipal e Estadual de Saúde realiza quase 2 mil atendimentos médicos aos reeducandos dentro do presídio

Os atendimentos são feitos semanalmente na unidade; 120 testes rápidos foram realizados nos três primeiros meses do ano
Fonte: A A A

 

A Unidade Prisional (UP) de Senador Canedo, pertencente à 1ª Regional Metropolitana da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), realizou, em menos de um ano, em parceria com as secretaria Municipal e Estadual de Saúde, 1.852 atendimentos médicos à população carcerária no próprio presídio. As consultas, resultantes do trabalho conjunto, foram iniciadas em abril de 2018 e são realizadas semanalmente, proporcionando assistências aos reeducandos da unidade.

Os atendimentos são realizados às terças e quartas-feiras, conforme a demanda do presídio. Na ocasião são ofertados testes rápidos para tuberculose, sífilis, HIV e hepatite. Só nos três primeiros meses de 2019, segundo a diretora da UP, Alline Scaglia, foram realizados 120 testes rápidos.

De acordo com a direção, os procedimentos dos testes são realizados de forma prioritária a atender a população carcerária recém chegada à unidade, sendo que os reeducandos detectados com tais doenças são imediatamente encaminhados para tratamento específicos.

“A presença os profissionais de saúde evita o deslocamento de reeducandos às unidades de saúde externas, diminuindo, desta forma, o risco de comprometimento da segurança, além de outros agravantes, para a equipe que realiza a escolta”, afirma Scaglia.

Gestão

Visando a qualidade de vida e garantindo a assistência à saúde dos reeducandos, além dos atendimentos médicos e realização dos exames, a unidade disponibiliza consultas quinzenalmente com médicos psiquiatras aos custodiados que necessitam.

“Várias queixas eram feitas por parte dos presos que precisavam desse tipo de atendimento e tínhamos dificuldade para agendar com esses especialistas na cidade. A partir daí, fizemos gestões junto ao Centro de Especialidades Médicas de Senador Canedo e com a Secretaria de Saúde do município. Foi quando conseguimos atendimento à unidade prisional”, explicou Scaglia.

As ações realizadas na unidade estão em conformidade com a Lei de Execução Penal e proporcionam melhor qualidade de vida aos reeducandos, além de beneficiar a segurança pública, diminuindo custos com deslocamento dos detentos até unidades de saúde.