Presos recuperam e revitalizam cemitérios de Goiânia para feriado de Finados

Iniciativa utiliza mão de obra carcerária como forma de reinclusão social. Cemitérios Parque, Santana, Vale da Paz, Vale da Saudade e Parque (Urias Magalhães) passam por ampla limpeza e revitalização
Fonte: A A A

Iniciativa utiliza mão de obra carcerária como forma de reinclusão social. Cemitérios Parque, Santana, Vale da Paz, Vale da Saudade e Parque (Urias Magalhães) passam por ampla limpeza e revitalização

 

Graças ao Projeto Recuperando Pessoas e Parques, iniciativa que utiliza a mão de obra carcerária como forma de reinclusão social nos cuidados de parques e cemitérios, os goianienses vão encontrar os locais com visual limpo e bem cuidado na próxima sexta-feira (2/11), durante o feriado de Finados.

De acordo com o diretor-geral, coronel Edson Costa, os cemitérios Parque, Santana, Vale da Paz, Vale da Saudade e Parque (Urias Magalhães) passam por ampla limpeza e revitalização. Esta é uma parceria entre a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), Ministério Público, por meio da 25ª Promotoria de Goiânia, Prefeitura de Goiânia e Conselho da Comunidade de Aparecida de Goiânia

O idealizador do projeto é o promotor Marcelo Celestino que destaca o baixo índice de reincidência criminal e as pesquisas de satisfação realizada entre os frequentadores de parque e cemitérios. “O índice de reincidência de 2% é muito abaixo do que a média nacional, que é de 35%. Mostramos o sucesso deste projeto por meio de uma entrevista pública que indica a satisfação dos usuários do parque”, detalha.

Já o coronel Edson Costa destaca que os reeducandos empregados neste projeto são remunerados e podem contabilizar os dias trabalhados para remição da pena. Segundo ele, a DGAP e o Ministério Público pretendem levar o projeto para outros municípios.

“Este é um projeto que tem resultados positivos na gestão penitenciária. O caminho de volta para a sociedade precisa acontecer e é importante que estejamos conscientes disso e que nós, sociedade e estado, criemos condições de trilhar os caminhos necessários”, ressalta.

 

Fotos: Jota Eurípedes

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
Telefone: (62) 3201-4726