Agentes prisionais apreendem grande quantidade de produtos ilegais nas proximidades do presídio de Rio Verde

Servidores perceberam que preso estava simulando mal-estar e em patrulhamento nas proximidades do presídio flagraram criminoso com produtos ilícitos   Em Acreúna, durante revista estrutural, agentes perceberam buraco que se transformaria em túnel para fuga  Na manhã deste domingo (4/3), [&hel
Fonte: A A A

RV1

Servidores perceberam que preso estava simulando mal-estar e em patrulhamento nas proximidades do presídio flagraram criminoso com produtos ilícitos

 

Em Acreúna, durante revista estrutural, agentes perceberam buraco que se transformaria em túnel para fuga 

Na manhã deste domingo (4/3), agentes de plantão na unidade prisional de Rio Verde evitaram que criminoso introduzisse uma série de produtos ilícitos no local.

Por volta das 8h30, um preso simulou que estava se sentindo mal na ala B. Os agentes suspeitaram da atitude e, enquanto o preso era atendido, parte da equipe se dirigiu a parte externa do presídio, momento em que notaram pessoa suspeita nas imediações.

Ao receber ordem de parada, o suspeito sacou de arma de fogo e disparou contra os servidores que revidaram a agressão. O agressor conseguiu se embrenhar na mata próximo ao local, entretanto os agentes conseguiram apreender três mochilas, que estavam em seu poder, que continham uma grande quantidade de produtos que seriam levados para dentro do presídio.

Foram apreendidos três quilos de maconha, 500 gramas de crack, quatro litros de cachaça, um litro de álcool, 1,5kg de éter em pó, além de 34 aparelhos de telefone celular, 31 carregadores e 33 fones de ouvido.

Os produtos apreendidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil da cidade.

A apreensão é a segunda interceptação de grande magnitude feita pelos agentes da unidade nos últimos dias. No dia 20 de fevereiro, eles perseguiram três criminosos que tentavam passar para dentro do presídio um grande volume de produtos ilícitos. Com apoio da Polícia Militar, eles perseguiram os infratores que após troca de tiros conseguiram escapar, mas os agentes localizaram uma mochila e uma caixa com nove quilos de maconha, 22 aparelhos de telefone celular, 33 carregadores, 24 fones de ouvido e 29 comprimidos de LSD.

Acreúna

Durante procedimento de revista estrutural, agentes de plantão na unidade prisional de Acreúna detectaram um buraco em uma das celas que indicava ser o início da construção de um túnel para fuga. A direção do presídio determinou o imediato reparo no local.

Nos últimos meses, servidores da unidade inibiram diversas tentativas de entrada de drogas no local. Desde outubro do ano passado, já foram registradas oito ocorrências, todas elas com tentativa de ingresso de droga no local. Em todas elas, os suspeitos foram detidos e encaminhados à Delegacia de Polícia de Acreúna, onde foram autuados.

 

Comunicação Setorial

Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)

(62) 3201-7588