DGAP dá início a treinamento de vigilantes penitenciários em quatro cidades

Aula inaugural com 444 selecionados começou nesta segunda (5/3) em Goiânia, Goianésia, Goiás e Palmeiras de Goiás A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) deu início nesta segunda-feira (5/3) ao III Curso de Formação de Vigilantes Penitenciários de 2018. Nesta etapa, [&hel
Fonte: A A A

foto5

Aula inaugural com 444 selecionados começou nesta segunda (5/3) em Goiânia, Goianésia, Goiás e Palmeiras de Goiás

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) deu início nesta segunda-feira (5/3) ao III Curso de Formação de Vigilantes Penitenciários de 2018. Nesta etapa, foram contratados 444 novos servidores, que iniciaram o treinamento em turmas formadas nas cidades de Goiânia, Goianésia, Goiás e Palmeiras de Goiás.

Em seu pronunciamento na solenidade de abertura em Goiânia, no auditório Jaime Câmara da Câmara Municipal de Goiânia, o diretor-geral adjunto de Administração Penitenciária, tenente-coronel Agnaldo Augusto, lembrou aos participantes que eles estavam ali sendo convidados a iniciar uma atividade e que era preciso que cada um entendesse como se daria essa participação dentro do sistema prisional. “Vocês devem estar motivados naquilo que se propõem a fazer”, alertou.

O diretor lembrou também que a DGAP já inaugurou dois presídios este ano e que vai inaugurar outras três até o fim de 2018. “Vamos ainda reformar 30% das unidades prisionais ainda este ano”, avisou. Ele lembrou que nos dois primeiros meses foram contratados cerca de 1000 servidores e que a mesma quantidade entraria para os quadros do órgão ainda em março. “O Governo de Goiás já autorizou concurso para contratação de 1.093 agentes de segurança prisional, e vocês saem na frente ao se capacitarem com antecedência para o concurso”, afirmou.

Formação

O III Curso de Formação de Vigilantes Penitenciários 2018 tem duração de 214 horas/hora, com previsão de encerramento no dia 6 de abril próximo. Nesse período, os alunos vão cursar aulas teóricas de Administração Penitenciária e práticas de Segurança e Disciplina. Na sequência, seguem para o Estágio Supervisionado nas unidades prisionais, com carga horária de 120 horas.

Os concluintes serão avaliados em prova objetiva e, caso atinjam pontuação mínima de 50% das questões, garantem a homologação dos contratos de trabalho.

foto2 foto4 foto1

Comunicação Setorial

Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)

(62) 3201-7588